Mais 65 mil baianos ainda não sacaram o PIS; veja se você tem direito

Faltando menos de um mês para o fim do prazo, 65.556 baianos ainda não sacaram o abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2015. A data limite é 30 de junho, mas dos 1.412.967 trabalhadores identificados, apenas 1.347.411 foram pagos. O valor total já soma R$980.708.041,50.

O valor do abono depende de quanto tempo a pessoa trabalhou com carteira assinada no ano-base. Quem trabalhou durante os 12 meses, vai receber o valor total do benefício, que é de um salário mínimo (R$ 937). Se trabalhou por apenas um mês, vai receber o equivalente a 1/12 do salário (R$ 78) e assim sucessivamente.

No Brasil, 1,83 milhões de pessoas não procuraram as agências bancárias para obter o beneficio. Sul e Suldeste são as regiões com maior número de pessoas que não sacaram o abono. No Nordeste 255.082 pessoas ainda não foram pagas, enquanto em São Paulo esse número já chega a 520.747 trabalhadores.

O Abono Salarial do PIS/Pasep ano-base 2014 obteve a segunda maior taxa de cobertura dos pagamentos do abono, com saque de mais de 22,61 milhões de trabalhadores (95,93% do total de pessoas com direito ao benefício no país). Em 2009, o percentual de saque atingiu 96,3%, o maior da história do país.

De acordo com a Divisão do Seguro-Desemprego e Abono Salarial do Ministério do Trabalho, o dinheiro que não for sacado voltará para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e será usado para o pagamento de benefícios como o Seguro-Desemprego e o Abono Salarial do próximo ano.

Quem tem direito?

Para sacar o Abono Salarial ano-base 2015 o trabalhador precisa estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, ter trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2015 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos e possuir dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Para descobrir se você tem direito basta acessar o endereço: verificasd.mtb.gov.br/abono/, digitar o número do CPF ou do PIS/Pasep, a data de nascimento e consultar.

Outras informações podem ser adquiridas através da Central de Atendimento Alô Trabalho do Ministério do Trabalho, que atende pelo número 158.

Como sacar?

Para quem que tem Cartão Cidadão e senha cadastrada, basta se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica. Se não tiver o Cartão Cidadão, pode receber o abono em qualquer agência da Caixa mediante apresentação de documento de identificação.

Mais informações: 0800-726 02 07 (Caixa).

Os servidores públicos precisam verificar se houve depósito em conta. Caso isso não tenha acontecido, devem ir até uma agência do Banco do Brasil e portando um documento de identificação.

Mais informações: 0800-729 00 01 (Banco do Brasil).

Compartilhar