Idoso leva 7 carteiras de trabalho para sacar FGTS e descobre que não tem saldo

Em Goiânia, um idoso de 72 anos passou por uma situação desconfortável ao consultar o saldo das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) em uma agência da Caixa nesta segunda-feira, 13.

Com sete carteiras de trabalho na mão, o aposentado Geraldo Medeiros descobriu que as empresas que trabalhou como servente de pedreiro ao longo de 40 anos nunca fizeram depósitos do benefício.

Em entrevista ao portal G1 de Goiás, o idoso falou sobre a sua decepção com os lugares em que trabalhou e que deve procurar assessoria de um advogado para tentar reverter algum saldo do benefício que não foi depositado pelas empresas.

“Eu trabalhei como servente em sete empresas na minha vida. Muitas delas faliram e nem pagaram meus direitos. Agora é procurar alguma ajuda (um advogado) para tentar descobrir se tem um jeito de reivindicar”, contou ao portal de notícias.
Regras

Segundo a Caixa Econômica, têm direito ao saque os trabalhadores que foram dispensados por justa causa ou pediram demissão até 31 de dezembro de 2015.

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp.
Compartilhar