Concurso da Câmara: empresa só receberá valores das inscrições ao final da seleção

O concurso público da Câmara de Feira de Santana foi um dos assuntos mais discutidos na sessão desta quarta-feira (23), na Casa. A empresa vencedora do processo licitatório foi a MSM Consultoria de Teófilo Otoni, Minas Gerais.

De acordo com o presidente da Casa, vereador Ronny Miranda (PHS), a empresa não vai receber o dinheiro das inscrições antes da finalização de todo o processo. Só após a divulgação do resultado a MSM receberá os valores referentes às inscrições. Ronny falou ainda que uma conta será aberta pela Câmara para receber os valores para garantir maior segurança para todos os participantes.

O concurso deve ser realizado em julho deste ano, com os respectivos cargos: redator de notícias,(2 vagas); redator de debates, redes (5 vagas); motorista, moto, (5 vagas); contador ( 02 vagas); intérprete de libras, (2 vagas); fotógrafo legislativo, (1 vaga); procurador jurídico adjunto,( 1 vaga); técnico de suporte em informática, (2 vagas); analista de sistemas em rede, (2 vagas); auxiliar legislativo (5 vagas).

Concurso anterior

Em 2014, por meio de determinação do Ministério Público da Bahia (MP-BA), o concurso da Câmara de Feira foi cancelado. O critério adotado pela Câmara na licitação foi o do menor preço. Entretanto, o MP argumentou que, além do preço, o critério da técnica deveria ter sido levado em conta.

Alguns candidatos que efetuaram inscrição para o concurso ainda não foram restituídos do valor cobrado na inscrição pelo Instituto Ideal (Inet), empresa que organizava o certame.

O dinheiro deveria ter sido devolvido pelo Inet no prazo máximo de 30 dias, a contar da solicitação da devolução. As pessoas que se sintam prejudicadas podem representar contra a empresa através do tribunal de pequenas causas.

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp.
Compartilhar