IBGE: Edital com oferta de 80.614 vagas sai até junho

Os interessados em concorrer a uma das 80.614 vagas temporárias das seleções previstas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) devem ficar atentos. o  Coordenador de Recursos Humanos do IBGE, Bruno Malheiros, o projeto básico da seleção (minuta do edital) está prestes a ser enviado às organizadoras. Com isso, a expectativa é de que a responsável pelo concurso seja definido em breve.

Haverá oportunidades em cargos dos níveis fundamental, médio e médio/técnico. O instituto deve realizar a publicação dos editais (possivelmente dois) até o dia 14 de junho, respeitando o prazo de seis meses após a autorização do Ministério do Planejamento. O destaque será o concurso para 62.400 vagas na função de recenseador, que exige o nível fundamental. No entanto, antes deverá sair o edital para 18.214 oportunidades nos cargos agente censitário municipal (5.500), agente censitário supervisor (12.540) e agente censitário de informática (174). Os dois primeiros exigem o nível médio e o último, nível médio/técnico.

Os contratos terão duração de até um ano, podendo ser prorrogados por até três.O IBGE afirmou que a distribuição de vagas será feita por todo país. As remunerações ainda não foram confirmadas, mas os temporários terão direito a 13º salário, férias e auxílio-alimentação de R$458.

Os interessados podem intensificar os estudos com base nos últimos certames, pois, de acordo com Bruno Malheiros, o mais provável que o modelo seja o mesmo. No Censo de 2010, para a função de recenseador, a remuneração variava de acordo com o número de pessoas e domicílios pesquisados, sendo igual ou superior ao dos agentes censitários, que atualmente é R$1.560 ou R$3 mil (dependendo da áreas). As avaliações foram por meio de prova objetiva, contando com as disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Conhecimentos Gerais e Técnicos.

Para a função de agente censitário, a seleção contou com exames objetivos. Os conteúdos cobrados foram de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Noções de Administração (exceto para agente censitário de informática), Conhecimentos Técnicos e Noções de Informática. Os valores dos agentes deverão ser superiores a R$2.018. Na ocasião, a organizadora foi a Cesgranrio.
Publicidade

Recenseador: veja programa anterior

Para orientação dos futuros candidatos do concurso para recenseador do IBGE,  publicamos abaixo o programa da última seleção, realizada em 2010. O conteúdo de conhecimentos técnicos pode ser consultado no edital passado.

LÍNGUA PORTUGUESA: I – Compreensão de texto. II – Significação das palavras: sinônimos, antônimos e homônimos. III – Pontuação. Estrutura e sequência lógica de frases e parágrafos. IV – Ortografia oficial. Acentuação gráfica. V – Classes das palavras. VI – Concordância nominal e verbal. VII – Regência nominal e verbal. Emprego da crase. VIII – Emprego dos verbos regulares e irregulares. Vozes dos verbos. IX – Emprego dos pronomes.

MATEMÁTICA: I – Números inteiros e racionais: operações e propriedades. Problemas. II – Números e grandezas proporcionais. Razão e proporção. Divisão proporcional. Regra de três simples. III – Porcentagem. Juros e descontos simples. IV – Equações do 1º grau. Problemas. V – Máximo Divisor Comum (m.d.c.) e Mínimo Múltiplo Comum (m.m.c.). VI – Medidas de comprimento, superfície, volume, massa e tempo. Conversão de medidas. Sistema métrico decimal. VII – Leitura e interpretação de tabelas e gráficos.

CONHECIMENTOS GERAIS: I – Aspectos relevantes da História e da Geografia do Brasil e seus reflexos na sociedade contemporânea. II – Meio ambiente e sociedade: questões atuais, aspectos nacionais e globais. III – O cotidiano brasileiro na economia, na política, nas ciências e nas artes. IV – Atualidades: principais acontecimentos nacionais e regionais abordados nos diferentes veículos de comunicação.

CONHECIMENTOS TÉCNICOS: Conteúdo do documento “Estudo dos Conhecimentos Técnicos a serem aplicados nos Censo Demográfico 2010”.

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp.
Compartilhar