Funcionários da Ford em Camaçari negociam e adiam perda de emprego por cinco meses

Após negociação com a fábrica, o Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari conseguiu que dois mil funcionários do Complexo da Ford em Camaçari entrassem em regime de layoff. De acordo com informações, esse contingente ficaria desempregado a partir do dia 14 de março, com o fim da jornada noturna. Nesse período de cinco meses, os trabalhadores passar por cursos de qualificação profissional, oferecidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Metade dos salários segue sendo pagos pela Ford, enquanto a outra metade é bancada pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). O anúncio do fim do terceiro turno no Complexo da Ford foi feito em novembro do ano passado e um mês depois a empresa deu início ao Plano de Demissão Voluntária (PDV).

Compartilhar