Veja os 7 piores perfis comportamentais no trabalho

Sabemos que no dia-a-dia em nosso trabalho, mantemos e seguimos uma “espécie de cartilha”, baseada no senso comum, que vão desde a roupa que vestimos até os cuidados com nossa higiene pessoal. No entanto, existem comportamentos que não vêm em um material específico, por isso cabe a cada um, saber se está ultrapassando certos limites. Estes comportamentos, afetam diretamente você e podem direcionar sua carreira profissional para o fracasso.

Abaixo, vou descrever alguns tipos de comportamento que são totalmente indesejáveis no ambiente empresarial e espero que você não tenha que se deparar com um (ou mais) perfil (is) deste todos os dias, ou pior, espero que você não seja um:

1 – O “espertão”
Ele sabe tudo e se acha o dono da verdade universal. Parece que faz questão de interromper a fala dos outros e o melhor, gosta de terminar as frases até mesmo do chefe. Por mais que você tenha total conhecimento sobre o assunto, escute a opinião dos outros, cheguem a um consenso juntos. Quem tem este comportamento, rapidamente cria a antipatia e acaba sendo isolado naturalmente pelos outros colaboradores.

2 – O mal educado
É aquela pessoa que chega na empresa e não cumprimenta ninguém, na saída idem, ainda mais se forem pessoas de sua responsabilidade. Lembre-se sempre que bons modos e cordialidade são fundamentais na carreira, seja em qualquer posição ou cargo que você ocupe.

3 – Pontualidade zero
Esta é uma regra universal, esteja onde você estiver. Nunca chegue atrasado! Chegar atrasado apenas denigre sua imagem no dia-a-dia e mostra o quanto irresponsável você é. É injustificável você se atrasar constantemente, ainda mais quando sabe que vai existir engarrafamento, que o ônibus vai atrasar, etc. Igualmente é preciso que suas atividades dentro da empresa sejam realizadas no prazo. Nunca deixe de entregar uma tarefa no prazo determinado sem uma ótima explicação, atrasos constantes sinalizam incompetência e desdém com o trabalho.

4 – O enganador
Este também é conhecido como “empurra trabalho”, não faz nada o dia todo. Não ajuda ninguém ou fala que está sempre ocupado, fazendo algo que só Deus sabe. Normalmente são funcionários com certo tempo de casa que já não estão mais motivados o suficiente ou então, aquele colaborador que sabe que em breve será desligado e “chuta o balde” de vez. Uma coisa é fato, se você não faz o seu dever correto, mais cedo ou mais tarde será desligado e nunca terá uma boa recomendação no futuro.

5  – O “não fui eu”
Ele nunca comete falhas e nem assume seus erros. Nunca a responsabilidade é sua, tenta sempre direcionar a culpa para outra pessoa, esquivando sempre a falha para outra pessoa ou setor.

6 – O Antena Parabólica
Se mete em tudo e na conversa de todos. Não pode ver ninguém conversando sobre algo que já se mete no meio. Está mais antenado nos outros do que em suas próprias atividades e seu rendimento a cada dia despenca.

7 – O salto alto
Algumas pessoas chegam a posições importantes na empresa, muito mais por amizade com os sócios ou diretores do que por méritos próprios. Normalmente estas pessoas se acham no direito de falar mal dos outros, exigem obediência e impõem seus pensamentos. Normalmente estas pessoas geram grandes desgastes internos, promovendo o desanimo, baixa produtividade e até reiterados pedidos de demissão dos funcionários.

E você, se identificou com alguns desses perfis comportamentais? Identificou algum colega de trabalho? Espero que não! Além de competência, é mais que necessário saber conviver em harmonia no mundo corporativo, afinal, ninguém cresce profissionalmente sozinho.

Compartilhar